A deputada Paula Belmonte irritou-se, durante CPI do BNDES, ao ouvir Guido Mantega, ex-ministro da Fazenda de Dilma Rousseff.

“O risco da Venezuela, que era 7, passou para 1. Um país de risco 7, para quem ninguém emprestaria, por um ato sem nenhum tipo de análise, o senhor e outros ministros assinaram que se tornaria de risco 1. Primeira coisa, eu fico muito impressionada de um país adotar uma filosofia de emprestar para um país para quem ninguém empresta. Colocar 14 bilhões de dólares nas mãos desses países. Queria deixar claro que não foi comprovada a efetividade da exportação de bens e serviços!”, afirmou a deputada

 

Mais tarde, a parlamentar, em suas redes sociais, publicou uma parte do embate e desabafou:

“Repudio a postura do ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do BNDES, Guido Mantega, que sorriu ao afirmar que concedeu empréstimos à Venezuela, classificando o país como de baixo risco, tal como seria a Suíça”.