O ministro da justiça e segurança pública, Sérgio Moro, reagiu de maneira firme a ataques proferidos pelo senador petista Humberto Costa.

“No caso mencionado aí, do ex-Presidente, da mesma forma o site divulga: Ah, o juiz interferiu, obstaculizou, obstruiu. O caso não era meu! O caso nunca passou pelas minhas mãos! Houve um acordo de colaboração da Odebrecht diretamente perante o Supremo Tribunal Federal, foi realizado esse depoimento e esse depoimento foi enviado a São Paulo. Chegou em São Paulo e o juiz reconheceu a prescrição, porque os fatos envolvidos naquele depoimento específico eram de 1996. O caso nunca passou pelas minhas mãos, como é que eu interferir em alguma coisa? Como é que eu fiz alguma coisa? Qual a prova de que eu fiz alguma coisa em relação àquele tipo de mensagem? Agora, o site divulga com todo aquele sensacionalismo, como se tivesse alguma obstrução ou interferência indevida a minha parte”, afirmou o ministro

Na mesma ocasião, Moro continuou:

“No fundo, o que nós vamos observar da Lava Jato é que ela atingiu vários partidos e de forma severa! Não foram só os partidos que se encontravam no poder, na época dos fatos, mas partidos também que se encontravam na oposição. Vários agentes políticos, inclusive de bandeiras diversas, foram condenados criminalmente, tanto aqueles que estavam no espectro da direita como os que estavam no espectro da esquerda. Não teve nenhum projeto político ali envolvido senão o projeto de cumprir a lei e de – vamos dizer assim – vencer a barreira da impunidade da grande corrupção”.

É bom lembrar, que Moro não tinha a obrigatoriedade de comparecer para prestar esclarecimentos no senado, ainda assim, compareceu e está dando um verdadeiro show.