O presidente Jair Bolsonaro, durante passagem por Guaratinguetá/SP, afirmou que o ministro Moro “é um patrimônio nacional”. Além disso, o presidente também disse que não viu “nada de anormal” nas supostas mensagens entre Moro e Dellagnol.

Ademais, perguntado sobre uma fala do ministro Moro, durante sua participação na CCJ do senado, Bolsonaro respondeu:

“Eu também não tenho apego ao meu cargo. Qualquer ministro é livre para fazer o que bem entender. O Sergio Moro é um patrimônio nacional, não é do presidente da República”.

Com a informação: O Antaognista