Parece que a vida do jornalista americano Glen Greenwald, fundador do site ‘The intercept”, não anda nada fácil após o mesmo ‘declarar guerra’ contra a operação Lava Jato.

A ida de Glen até um evento na cidade de Paraty, no estado do Rio de Janeiro, gerou muito desconforto em moradores do local.

“Foi uma indignação instantânea quando essa palestra foi divulgada”, disse um dos responsáveis pelo evento.

“A indignação é por um estrangeiro vir discutir sobre a Lava Jato, este patrimônio do brasileiro decente que cansou de ouvir barbaridades sobre roubalheira.”

Além da opinião deste cidadão, outro organizador também se pronunciou, e classificou Greenwald como “criminoso”.

“Se violar o celular da gente já é um crime gravíssimo, imagina o que eles fizeram com uma autoridade, um ministro de Estado. A gente vai receber um cara que não tem moral. Lugar de bandido é na cadeia. Será que a Flip vai fazer isso, trazer mais bandidos e criminosos para cá?”

Com a informação: Folha de SP e O Antagonista