Posteriormente o deputado federal Túlio Gadelha, que ganhou fama e popularidade após ser apresentado pela apresentadora Fátima Bernardes, como seu namorado, voltou a atacar o presidente Jair Bolsonaro. Na ocasião, o deputado federal Heitor Freire, do Partido Social Liberal (PSL), refutou o pedetista.

“Tem uma questão de interpretação de texto na fala do presidente. O presidente disse que trabalho não atrapalha a vida de ninguém. Ele não está falando de crianças. Você está colocando palavras na boca do presidente. ‘Trabalho dignifica o homem. Fiquem tranquilos, não vou…’. O presidente não vai apresentar nenhum projeto para descriminar o trabalho infantil. Ninguém aqui quer descriminalizar o trabalho infantil!”, afirmou.

E acrescentou:

“Eu entendo que a educação de Paulo Freire criou muitos idiotas úteis, analfabetos funcionais, que não conseguem interpretar um texto” finalizou.