O ex-ator da Globo, Pedro Cardoso, que ficou muito famoso após interpretar o personagem “Agostinho” no seriado “A Grande Família”, em entrevista ao programa “Provocações”, da TV Cultura, apresentado pelo ex-CQC Marcelo Tas, na última terça-feira (23), demonstrou a grande rejeição que possui com a Rede Globo e utilizou o espaço para fazer criticar de forma rígida o lema do presidente do presidente Bolsonaro “Brasil acima de Tudo, Deus acima de Todos”.

O ator assumiu sua posição de esquerda, no entanto, após a vitória de Bolsonaro, ele passou a se considerar de extrema-esquerda, por conta da revolta de vê-lo ganhar.

Ainda segundo o icônico Agostinho Carrara, o slogan do governo não combina com o desejo de todos os cidadãos brasileiros. Ele afirma que Deus não pode estar acima dele, pois acredita em Deus. E por isso, renega o lema do novo governo. Ademais, chamou o governo de Jair Bolsonaro de “fascismo vigente no Brasil”.