Na última segunda-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro falou à respeito da futura indicação do novo(a) Procurador-Geral da República (PGR).  O chefe de Estado disse que deseja alguém que “não só combata a corrupção” mas também não seja “xiita ambiental” e nem “supervalorize minorias”.

A declaração foi dada a jornalistas na cidade de Pelotas/RS.

“Quero um PGR que não apenas combata a corrupção, que entenda a situação do homem do campo, não fique com essa ojeriza ambiental, que não atrapalhe as obras que estão fazendo dificultando licenças ambientais, que preserve a família brasileira, que entenda que as leis têm que ser feitas para a maioria e não para as minorias. É isso que queremos” declarou o mandatário

Os jornalistas indagaram então à respeito da possibilidade de ser Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná.

Manda ele me procurar. Por que não me procurou até hoje? É muito simples. Todos querem ser procurados. Eu não procurei ninguém e a caneta BIC é minha” disse Bolsonaro

Com a informação: Pleno News