Parece até brincadeira, mas as denúncias de corrupção contra o PT não param. A diferença é que dessa o Partido dos Trabalhadores pode ter seu registro cassado. 

  Em nova delação premiada, Antonio Palocci — ex-ministro dos governos petistas e braço direito de Lula — revelou à Polícia Federal(PF) novos escândalos de corrupção envolvendo o PT. 

  Segundo Palocci, de 2002 a 2014, o PT recebeu cerca de 270 milhões de reais em benefícios indevidos de empresas. Esse valor teria sido usado para financiar as campanhas de Lula e Dilma ao Planalto. 

  De contrapartida, as empresas envolvidas no esquema eram beneficiadas com linha de crédito no BNDES e favores políticos. 

    Recebimento ilegal de doação do ditador Kadafi para campanha de Lula à Presidência em 2002

  Segundo o próprio Palocci, Lula teria recebido 1 milhão de dólares do ditador Muammar Kadafi para sua campanha à Presidência do Brasil em 2002. Esse fato, se for comprovado, levará a cassação definitiva do registro do PT(Partido dos Trabalhadores). 

Art. O tribunal superior eleitoral, após trânsito em julgado de decisão, determina o cancelamento do registro civil e do estatuto do partido contra o qual fique provado:

I – ter recebido ou estar recebendo recursos financeiro de procedência estrangeira

 

Fonte: https://www.jusbrasil.com.br/busca?q=Art.+28+da+Lei+Org%C3%A2nica+dos+Partidos+Pol%C3%ADticos+-+Lei+9096%2F95