Em nota publicada, o presidente francês Emmanuel Macron partiu para o ataque contra o chefe de Estado brasileiro. O francês acusa Bolsonaro de ter mentido na cúpula do G20, em Osaka/Japão, e afirma que a França tomará sanções.

“Dada a atitude do Brasil nas últimas semanas, o presidente da República só pode constatar que o presidente Bolsonaro mentiu para ele na cúpula (do G20) de Osaka. O presidente Bolsonaro decidiu não respeitar seus compromissos climáticos nem se comprometer com a biodiversidade.” diz o texto publicado

Além disso, o presidente afirmou que “diante destas circunstâncias, a França se opõe ao acordo do Mercosul”

Em seu Twitter, Bolsonaro retrucou o chefe de Estado francês, e respondeu a acusação de ser mentiroso chamando a atenção para que não foi ele que publicou uma imagem falsa para atacar a floresta brasileira, e sim, Macron.

“Lamento a posição de um chefe de Estado, como o da França, se dirigir ao PR brasileiro como “mentiroso”. Não somos nós que divulgamos fotos do século passado para potencializar o ódio contra o Brasil por mera vaidade. Nosso país, verde e amarelo, mora no coração de todo o mundo.” escreveu Jair

Na última quinta-feira, o presidente francês publicou em suas redes sociais uma imagem de um fotógrafo falecido no ano de 2003. Portanto, a última coisa que fotografia representa são as queimadas recentes.

Qual será o interesse por trás do francês nesse assunto?