Após o episódio em que boa parte da platéia abandonou o show após o humorista petista Gustavo Mendes tentar fazer chacota com o presidente Bolsonaro, nesta quarta-feira (04), durante entrevista no programa Pânico, na rádio Joven Pan, falou à respeito do assunto.

Gustavo elogiou a cidade, e também o seu prefeito, Daniel Sucupira, do Partido dos Trabalhadores (PT), a quem ele classifica como ‘incrível e gente boa’.

Posteriormente, ele comentou sobre o que acha das pessoas que abandonaram o seu show.

“O melhor público que eu já tive é o de Teófilo Otoni. Eu tive trinta pessoas que saíram porque fascista não tem lugar no meu show. Então começou, eu corto fora.” afirmou o humorista.

Gustavo Mendes: 'Fascista não tem lugar no meu show'

Gustavo Mendes: 'Fascista não tem lugar no meu show'.

Publiée par Programa Pânico sur Mercredi 4 septembre 2019

Seria interessante perguntar a ele ‘o que é ser fascista’…