Luciano Huck, apresentador icônico da Rede Globo, durante sua participação no evento “Exame Forum”, que reuniu possíveis nomes que podem ser adversários de Bolsonaro em 2022, afirmou que “Não vamos resolver desigualdade com um monte de gente branca e rica sentada na Faria Lima”.

Para o apresentador global, que fez seu discurso após os governadores João Doria (PSDB-SP) e Wilson Witzel (PSC-RJ), o Brasil retrogradou em mobilidade social.

“Precisamos discutir mobilidade social no Brasil. O país já teve mobilidade social, não tem mais. Hoje, se você nascer pobre numa favela, a chance de morrer pobre numa favela do Brasil é enorme”

Huck é cotado como um dos principais adversários de Bolsonaro em 2022.

Com a informação: Conexão Politica e Republica de Curitiba