Rodrigo Maia, Presidente da Câmara dos Deputados, se pronunciou sobre o tema da prisão em segunda instância. 

 O parlamentar deixou bem claro que não colocará nem uma matéria sobre a prisão em segunda instância em votação na Câmara. Portanto, o poder legislativo vai deixar de fazer aquilo que é o seu trabalho: LEGISLAR.