Ciro Gomes, ex-ministro do presidiário Lula, atacou o Presidente Bolsonaro pelo Twitter. 

  O coroné criticou Bolsonaro por não ter parabenizado Alberto Fernández — poste de Cristina Kirchner — pela vitória e acrescentou que compreende aqueles os quais  estão preparando ações para tirar Bolsonaro do poder. 

  O poste de Cristina Kirchner, em ato de provocação ao Presidente do Brasil, visitou Lula na cadeia a pouco tempo atrás. 

  No dia do pleito eleitoral na Argentina, antes da apuração dos votos, o poste argentino fez uma nova provocação. Desta vez, ele postou uma foto no Facebook com correligionários fazendo sinal de “Lula livre”. No título da postagem, Alberto Fernándes citou o criminoso Lula como um homem injustamente preso — uma verdadeira afronta à justiça brasileira. 

  Como todos devem imaginar, para o Presidente Bolsonaro cumprimentar um individuo desses por uma vitória eleitoral é um fato muito difícil(talvez impossível).