Ontem(03), durante entrevista à TV Record, o Presidente Bolsonaro falou sobre o seu acesso a informações da portaria do condomínio citado no caso Marielle. 

  Ele revelou que a única coisa que aconteceu foi o registro em vídeo feito pelo seu filho das informações da portaria — algo que qualquer morador do condomínio poderia fazer. 

 

                          O PT não desisti de criar problemas

   O PT, tentando insistir no depoimento mentiroso do porteiro do caso Marielle, acionou o STF(Supremo Tribunal Federal) contra Bolsonaro, Carlos Bolsonaro e Sérgio Moro.

  O partido do criminoso Lula está pedindo ao Supremo uma “busca e apreensão” de todo o material supostamente apropriado de forma ilegal por Bolsonaro e seu filho, além de perícia para verificar se houve alterações no conteúdo. 

  Sinceramente, esse tipo de coisa é inacreditável. É o poste, literalmente, mijando no cachorro. O próprio MP(Ministério Público) já afirmou que o porteiro o qual citou o nome de Jair Bolsonaro no caso Marielle, mentiu. Tudo isso com base nesse mesmo material ao qual o PT acusa o Presidente de ter tido “acesso de forma ilegal”.

  De contra partida, o próprio Presidente já demonstrou que qualquer um, que seja morador do condomínio, pode ter acesso ao material. E como ele e seu filho Carlos Bolsonaro são moradores do local, apenas exerceram o direito de registrar o material em vídeo. 

  A cara de pau dessa gente(os líderes petistas) é surreal. Eles não desistem de criar  problemas.