Passando uma uma péssima crise, a maior emissora do Brasil, a Rede Globo, segue tendo que realizar demissões de funcionários na empresa. Além disso, de acordo com o jornalista Léo Dias, a empresa também não fará sua tradicional festa de fim de ano para os seus funcionários.

Por enquanto, não enviado nenhuma informações oficial, entretanto, os colaboradores da emissora da família Marinho já possuem o conhecimento sobre o cancelamento da festa que costuma ocorrer nos finais de ano no sítio Lajedo, no Rio de Janeiro. Todavia, as cestas natalinas estão confirmadas, porém, ainda não é certo de que irá ter um cartão para compras em supermercados. O de 2018, por exemplo, foi de quinhentos reais.

A séria sequência de demissões da Rede Globo fazem parte de um plano de reorganização do Grupo, que ajuntara a Globosat, Som Livre, Globo Play, Globo.com e TV Globo. A expectativa é de que o montante de demissões cheguem à casa dos quatro mil funcionários.