Na última sexta-feire (29), o presidente da República, Jair Bolsonaro, disse durante um evento militar no Estado de Minas Gerais, que os membros das Forças Armadas estão preparados para se necessário, darem as suas vidas em defesa a liberdade e a democracia, como já fizeram no pretérito, registra O Globo.

Na cerimônia de formatura de Sargentos do EB, que foi realizado na cidade de Três Corações, o Chefe de Estado relembrou um dos militares brasileiros assassinados na Segunda Guerra Mundial, e o usou como exemplo para motivar os calouros.

“No passado nós lutamos por democracia e pela liberdade, e no futuro, se preciso for, daremos a nossa vida para que essa democracia e a liberdade nunca deixem de existir entre nós.” disse o mandatário

Jair ainda lembrou a tropa sobre a situação agitada que a América do Sul passa:

“A América do Sul, no momento, ainda vive, alguns países, momentos de crise, mas nós venceremos tudo isso, pela gratidão, pelo sentimento de irmandade que existe entre nós da América do Sul. Nós brasileiros só estaremos felizes quando todos os países da América do Sul, o seu povo também gozar de liberdade e democracia”, declarou o Chede de Estado