O presidente da República Jair Bolsonaro, após quase ter sua vida ceifada em setembro de 2018 durante as eleições presidenciais, agora, pouco mais de um ano depois, estava na mira de mais um sujeito para tentar acabar com sua vida.

A policia prendeu um faxineiro, de 35 anos, por estar planejando um novo ataque contra o Chefe de Estado. O sujeito prestava serviços a uma empresa terceirizada contratada pelo Exército da cidade de Três Corações, interior do Estado de Minas Gerais.

A detenção foi realizada na última sexta-feira (29), há pouco tempo antes da formatura dos alunos da Escola de Sargentos das Armas (ESA), cerimônia a qual o presidente foi invitado.

A polícia conseguiu chegar até o possível marginal depois dele postar uma vídeo na web onde revela o plano praticar o ato criminoso. Em dado momento da filmagem, ele se exibi lixando uma escova de dentes.

“[Estou] preparando minha faca para o Bolsonaro e aqui era a regra da rua” afirmou o homem

O faxineiro, entretanto, acabou desistindo de comer o crime, após ser questionado por um colega. Após voltar para sua casa, foi surpreendido pela presença dos policiais e preso.

“O suspeito foi detido antes de ter a oportunidade de estar na presença do presidente” declarou a polícia

O homem agora deve ser investigado e acusado de crime contra a segurança nacional.

Com a informação: Pleno News