Se existiu uma narrativa que foi extremamente usada por grupos de esquerda e até mesmo por setores da grande mídia para tentar enfraquecer o então candidato Bolsonaro, nas eleições de 2018, foi a de que ele não se importava com pessoas homossexuais, e que até mesmo os crimes contra esses cidadãos aumentariam em sua gestão. No entanto, dados vem derrubando e mostrando justamente o contrário dessa falácia.

Tal informação foi comprovada com números através do mapa de assassinatos, atualizado pela Associação Nacional de Travestis e Transsexuais (Antra). Entre os números, mostra-se houve uma redução de 24% no índice de crime contra a vida de travestis e transsexuais no ano de 2019, comparado com 2018.

Segundo os números, há três anos atrás, em 2017 foram registradas 179 mortes, e em 2018, 163 ocorrências foram catalogadas no Brasil. Já no ano passado, no primeiro ano de governo Bolsonaro, a redução foi ainda maior. Os assassinatos caíram para 123.

Com isso, o Chefe de Estado vem corroborando com uma das suas promessas de campanha, de que iria pegar pesado com um dos principais problemas do país, que é o da segurança pública, independente da classe que o cidadão exerce na sociedade.

No entanto, a queda nos índices de crimes não se restringiram somente aos travestis e transsexuais. A queda no número de homicídios em geral, foi de 22% no ano passado.

Com a informação: Pleno News