Após a demissão de Roberto Alvim da secretária de cultura, posteriormente ao episódio polêmica em que ele fez citações a um discurso de Joseph Goebbels, o presidente da República, Jair Bolsonaro, convidou a ex-atriz global Regina Duarte para o cargo, que no momento está vago.

A artista prometeu dar uma resposta ao Chefe de Estado até o próximo sábado (16). Nas redes sociais, a deputado estadual Janaína Paschoal, fez campanha para que Duarte aceite o cargo, que para ela, não existe outra pessoa melhor para exercer a pasta.

“Aceita, Regina! Quem melhor que você, mulher?”