O coordenador da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, moveu uma ação indenizatória de danos morais contra o ator Zé de Abreu. O motivo são os contínuos ataques do global contra sua honra. 

 No pedido de indenização, Deltan registra que “defende a validade do debate público, a necessidade de críticas contra quem quer que seja, o direito que todo o cidadão tem de expressar sua opinião”. “Mas não pode mais ficar passivo diante do ataque maciço contra sua honra e dignidade que vem recebendo constantemente” de Zé de Abreu. 

  Na demanda judicial, o procurador pede cerca de R$ 41.800. Caso a ação obtenha êxito, o dinheiro será doado para uma instituição de caridade.