Nesta quarta-feira (12), o ex-magistrado e atualmente Ministro da Justiça e Segurança pública do Governo Jair Bolsonaro, Sergio Moro realizou sua participação na Comissão Especial da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) da prisão em segunda instância. No ensejo, Moro afirmou que não se arrepende de nenhuma condenação, com a do ex-presidiário Luis Inácio Lula da Silva.

“Não me arrependo de nenhuma decisão que tomei. Sempre condenei as pessoas com provas acima do razoável” afirmou o ministro

O ex-magistrado foi além, e afirmou que talvez devesse ter realizado mais prisões.

“Não tenho nenhum motivo para me arrepender. Pelo contrário: talvez devesse ter decretado mais prisões do que decretei.”

Com a informação: O antagonista