Nesta quinta-feira (13), o ex-presidiário Luis Inácio Lula da Silva foi recebido no Vaticano pelo Papa Francisco. De acordo com o petista, o encontro foi realizado para se discutir “o combate a pobreza”.

Nas redes sociais, o Papa foi o assunto mais falado desta quinta-feira, e, embora recebido bastante elogiado por esquerdistas, foi maciçamente criticado por cidadãos patriotas nas redes sociais, como no caso do Príncipe e deputado federal Luiz Philippe de Orléans e Bragança.

Em seu Twitter ele criticou o encontro, e afirmou que a Igreja Católica não é mais a mesma nos dias de hoje.

“A esquerda sempre combateu a igreja, os militares e a aristocracia. Hoje a aristocracia não existe mais, os militares são social democrata e a igreja é comunista.”