Neste domingo(23), o governador de São Paulo, João Dória, demonstrou preocupação com os protestos, que ocorreram no dia 15 de Março, convocados pelos bolsonaristas. Ele classificou a movimentação dos apoiadores do Presidente Bolsonaro como “inoportuna”. 

  A convocação para manifestação foi deflagrada após o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, criticar o Congresso, acusando-o de chantagem.

 De acordo com o Uol, o governador tucano disse que tem de haver respeito pelos três poderes que governam o Brasil:

“Não vivemos uma escalada de autoritarismo, vivemos numa democracia e o regime democrático prevê respeito pelos poderes, e nós (governadores) representamos o Poder Executivo. Ele (Bolsonaro) tem que representar o que uma República, uma democracia espera de um presidente da República.”