O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, afirmou nesta terça-feira (14), estar arrependido após ter ofendido com palavras pesadas o ministro da justiça e segurança pública, Sergio Moro.

“Me excedi. Nunca tive a intenção de caluniar o ministro.” ele ainda espera poder “estabelecer uma conversa pessoal” com o ex-magistrado

No meio do ano passado, segundo noticiado pelo site de notícias O Antagonista, o presidente da Ordem dos Advogados Brasileiros afirmou que “Moro usa o cargo, aniquila a independência da Polícia Federal e ainda banca o chefe de quadrilha ao dizer que sabe das conversas de autoridades que não são investigadas”

Em dezembro do ano passado, Santa Cruz foi denunciado pelo Ministério Público Federal por caluniar Moro. Na alegação do procurador responsável pela denúncia, ele afirma que Felipe Santa Cruz “caluniou de forma livre e consciente, o Ministro da Justiça, ao imputar-lhe conduta criminosa”.